AVALIE, COMENTE, CRITIQUE; QUERO SABER SUA OPINIÃO

domingo, 21 de março de 2010

UM LIVRO SOBRE LIVROS

A alemãzinha bonitinha da foto da orelha é um colosso. O título de seu livro – Livros, tudo o que você não pode deixar de ler – é um apelo comercial, típico de tantos produtos quase inúteis que precisam encontrar milhares de compradores apressados. O prefácio de Dietrich Schwanitz e o último capítulo sobre Machado de Assis, assinado por João Adolfo Hansen, são aqueles textos acadêmicos sobre literatura que enfastiam quase todos os leitores. Mas o livro de Christiane Zschirnt não é uma coisa nem outra; é um saboroso retrato cubista do mundo feito por meio de livros.

É um livro sobre livros fundamentais na formação da famigerada e pouco conhecida cultura ocidental, divididos não em ordem cronológica, mas em temas como amor, política, sexo, economia, mulheres, civilização, psique, utopia. É claro que para viver no mundo de hoje não é preciso ler, mas parece difícil chegar a algo próximo de entendê-lo sem a leitura. Você pode ser extremamente bem ou mal adaptado à civilização sem ler os diversos livros presentes no capítulo civilização. Mas lendo as resenhas dos livros juntados sob este tema você percebe que já entende um pouco mais do que isso, a civilização, quer dizer, e que ela lhe é muito mais íntima do que você imaginava. E se você efetivamente ler esses livros, ou mesmo outros com o olhar atento a este tema, desfrutará de uma experiência muito mais profunda. Claro que, depois dessa odisséia, vai continuar tão bem ou mal adaptado à civilização quanto antes; porém, agora finalmente você foi apresentado a alguém que durante toda a sua vida sempre esteve, e estará, presente, para o bem e para o mal.

É um livro de descobertas, em relação a todos os temas. Também é um grande retrato, ainda possível de se entender, deste vasto mundo em que nós vivemos, e que de certo modo vive em nós. Sabemos que é um retrato feito de colagens, e que cada pequeno pedaço não mostra tudo, mas ainda assim é um retrato. Ao todo, a autora nos apresenta ou reapresenta cerca de 100 livros. O melhor é que ela aproxima os livros do leitor comum, mostrando que falam dele e de seus prazeres e problemas rotineiros livros como Odisséia, O Capital, Da liberdade, Anna Kariênina, Hamlet, A Bíblia, Interpretação dos Sonhos, Orgulho e Preconceito, Admirável Mundo Novo, O Processo Civilizador, Esperanto Godot, Romeu e Julieta, O Vermelho e o Negro, Mrs. Dalloway, A Democracia na América, Em Busca do Tempo Perdido e tantos outros. Pena que o capítulo especial sobre livros brasileiros não foi encomendado à Ana Maria Machado.

DEGUSTAÇÃO NO GOOGLE BOOKS!!!

(Texto de novembro de 2006)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário